Compras online e os consumidores digitais

O estudo de mercado “Portugal 2013: Cidadãos digitais, consumidores analógicos” revela que pouco mais de 16% dos consumidores portugueses realizam compras online nas diversas áreas como moda, viagens e lazer, equipamentos eletrónicos, entre outros.

O e-commerce é uma tendência em crescimento, num ritmo imparável, sendo considerado uma tendência irreversível. Os números aumentando a cada dia assim como o número de compradores.

 

Vantagens:

Acesso a promoções e descontos assim como uma maior variedade de produtos;

Comodidade para comprar assim como nas entregas, principalmente para quem não tem paciência ou nem gosta de fazer compras, assim como para quem não tem tempo;

Competitividade a nível de preços nas diversas lojas online;

Disponibilidade de informação;

Acessibilidade a marcas e produtos não existentes no país de residência;

Política de trocas e devoluções existentes;

 

Desvantagens:

Não se pode examinar o experimentar o produto;

Ter de fazer comprar com moeda de um pais estrageiro;

O envio dos artigos/compras tem, na maioria dos casos, um custo adicional.

 

Aspetos a ter em atenção:

O Site parece duvidoso e não transmite segurança, confiabilidade

Falta uma política de troca ou devolução, que em compras online é fundamental para ajudar a espantar o medo de comprar

Não é possível trocar o produto

A ausência de formas de contato deve gerar insegurança

 

Cuidados a ter:

Se nunca fez compras online, peça conselhos e indicações a que já tenha habito;

Atenção ao câmbio da moeda;

Atenção na altura da compra, cuidado com distrações que podem resultar em “dores de cabeça”;

Guardar a informação relativa á encomenda assim como dos pagamentos, melhor prevenir que remediar.